Sidney Prado nov 20, 2020

SOLENIDADE DE CRISTO REI

SOLENIDADE DE CRISTO REI

Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena
Bispo de Nazaré (PE)
 

Neste dia 22 de novembro, concluímos o Ano Litúrgico celebrando a solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo. Jesus é Rei que apascenta e julga todos com caridade e justiça. O seu Reino é um “reino eterno e universal: reino da verdade e da vida, reino da santidade e da graça, reino da justiça, do amor e da paz”. Esse é o Reino que pedimos ao Pai, todas as vezes que rezamos o Pai Nosso.

Jesus é Rei que quis assumir o rosto daqueles que têm fome e sede, dos estrangeiros, dos que estão nus, doentes ou presos… enfim, de todas as pessoas que sofrem ou são marginalizadas. E, por conseguinte, o comportamento que tivermos com eles será considerado o modo como nos comportamos com o próprio Jesus. Ele, o Filho de Deus, tornou-se homem, partilhou a nossa vida, mesmo nos detalhes mais concretos, fazendo-Se servo do mais pequenino dos seus irmãos. Ele, que não tinha onde repousar a cabeça, seria condenado a morrer numa cruz. Este é o nosso Rei!

Ainda hoje, habituados a ver os sinais da realeza no sucesso, na força, no dinheiro ou no poder, temos dificuldade em aceitar um rei, um rei que se faz servo dos mais pequeninos, dos mais humildes; um rei cujo trono é uma cruz.

Para Jesus, reinar é servir. E aquilo que nos pede é segui-Lo por este caminho: servir, estar atento ao clamor do pobre, do fraco, do doente, do marginalizado. A pessoa batizada sabe que a sua decisão de seguir Cristo pode acarretar-lhe grandes sacrifícios, às vezes até mesmo o da própria vida.

O nosso Senhor e Rei do Universo é Jesus Cristo ressuscitado, vencedor da morte. Ele nos introduz num mundo novo, um mundo de liberdade e felicidade. Deixemos que Cristo nos liberte do mundo velho. A nossa fé n’Ele, vencedor de todos os nossos medos e misérias, faz-nos entrar num mundo novo: um mundo onde a justiça e a verdade não são objeto de corrupção, falcatruas, ódios, mentiras; um mundo de liberdade interior e de paz conosco, com os outros e com Deus. Tal é o dom que Deus nos fez no nosso Batismo.

O dia de Cristo Rei é o dia dos leigos e leigas, recuperando a importância do laicato na evangelização. Todos são chamados a participar ativamente da vida e da missão da Igreja. Nós bendizemos a Deus e agradecemos profundamente aos fiéis leigos e leigas que tanto se dedicam à comunidade, nas diversas pastorais, movimentos e serviços, bem como pela participação solidária e responsável na construção da sociedade.

E esta solenidade de Cristo Rei, neste tempo de pandemia da COVID-19, também é marcada pela Campanha É tempo de cuidar da Evangelização, com o gesto concreto e generoso da Coleta do Bem, nos dias 21 e 22 de novembro de 2020. Somos Igreja, cuidamos da vida!

 

Copyright ©2018. Todos os direitos reservados.