Sidney Prado abr 5, 2021

Dom Eduardo Malaspina preside Tríduo Pascal

Dom Eduardo Malaspina preside Tríduo Pascal

Por Sidney Prado – Assessoria de Comunicação e Imprensa da Diocese de São Carlos

O Tríduo Pascal de 2021 ficará marcado na história da Igreja e na história de cada fiel. Os presbíteros adaptaram as celebrações para igrejas vazias e os fiéis adaptaram as casas para participar da Missa da Instituição da Eucaristia, da Sexta-feira da Paixão e da Vigília Pascal via internet, acompanhando as transmissões ao vivo.

Dom Eduardo Malaspina presidiu todas as celebrações na Capela Episcopal Nossa Senhora das Graças, em São Carlos, acompanhado de uma equipe mínima celebrativa.

Os fiéis diocesanos puderam acompanhar as transmissões das celebrações na página do Facebook da Diocese e pela Rádio Diocesana a SDS FM 93,3.

A seguir, o registro das celebrações do Tríduo Pascal presidido pelo Administrador Diocesano:

A primeira celebração do Tríduo ocorreu na noite de quinta-feira (01), com a Missa da Ceia do Senhor

Durante a sua homilia disse aos fiéis que a Eucaristia, instituída na Quinta-feira Santa, nunca nos deixa sentados à mesa, sempre nos oferece um avental e nos envia para servir: “Sim, na Páscoa da nossa história tão particular neste ano de 2021, podemos nos levantar da mesa, vestir o avental e nos dispor ao serviço, como pede o Mandamento Novo. Na passagem do tempo da pandemia para o “novo normal”, é preciso se fazer servidor e ajudar quem está com medo do caminho, quem se enfraqueceu a ponto de não conseguir realizar a travessia. A Páscoa de Jesus nos inspira a buscar a vida plena na sua ressurreição e isto começa vestindo o avental do serviço”, enfatizou.

Missa da Ceia do Senhor 

Na Sexta-Feira Santa foi realizada a Celebração da Paixão do Senhor

O Administrador Diocesano destacou aos internautas, que este é um dia inteiramente centrado na cruz: “Celebramos a Paixão do Senhor como um encontro da violência contra a vida divina. Em tempo de sofrimento, como este, algumas escolhas parecem continuar sendo opções pela violência do descaso, pela violência do descuido com a saúde pública, pela violência da irresponsabilidade de poder contagiar outras vidas, pela violência de disputas políticas sem sentido… O julgamento de Jesus continua acontecendo e, como aconteceu com o Mestre, são os mais vulneráveis que sofrem condenações injustas e evitáveis. Não escolhamos a violência de Barrabás, escolhamos a vida de Jesus”, destacou.

Celebração da Paixão do Senhor

No Sábado Santo, às 19h, Dom Eduardo celebrou a Solene Vigília Pascal

Em sua saudação aos fiéis deixou uma palavra de conforto destacando que Deus não nos quer mortos, quer que vivamos e participemos eternamente da sua vida. Sendo este o grande anúncio pascal neste tempo tão turbulento e marcado por um novo começo: “Nesta Noite Santa da Ressurreição de Jesus, rezo e convido a rezar pelas famílias que foram abaladas na fé; intercedamos juntos a graça de voltar a confiar, pois o sentido da vida encontra-se unicamente em Deus”, disse.

Em sua homilia o Administrador Diocesano destacou o anúncio da Ressurreição de Jesus, proclamado e celebrado solenemente na Vigília Pascal, que propõe uma mensagem especial para o tempo histórico que passamos e que nos colocou diante da fragilidade da vida humana. Sendo um anúncio para reforçar a fé e para proclamar, com alegria que a morte não tem a última palavra porque Jesus ressuscitou: “Hoje, neste tempo de pandemia e crise, ouvimos o grito de tantas pessoas que perderam o amor, que perderam a luz da vida, que vivem procurando a vida em cemitérios e locais onde a vida não pode ser plena. Para estes, nós somos os anjos que anunciam a mesma mensagem: não procurem a vida entre os mortos; Jesus não está entre os mortos, ele ressuscitou. “Não procurem Jesus entre os mortos”; não procurem Deus na morte porque ele se encontra onde está a vida. Sim, o sofrimento e a dor pela perda de tantas pessoas machucam nossos corações, mas jamais pode nos cegar diante da evidência do amor divino que nos resgata para a vida e quer que vivamos plenamente. O Senhor ressuscitou, é tempo de esperança, é tempo de olhar a vida com a alegria de um tempo novo e repleto de esperança”, concluiu.

Vigília Pascal

Copyright ©2018. Todos os direitos reservados.