Diocese maio 15, 2018

Diocese de São Carlos se prepara para Solenidade de Corpus Christi 2018

Diocese de São Carlos se prepara para Solenidade de Corpus Christi 2018

Por Sidney Prado – Assessoria de Comunicação e Imprensa da Diocese de São Carlos

Para celebrar a festa de Corpus Christi na última quinta- feira deste mês de maio, (31), os quatro Vicariatos Episcopais de nossa Diocese de São Carlos, estão preparando a programação com a tradicional confecção de tapetes, procissões e Missas.

A festa de Corpus Christi é a celebração em que, solenemente, a Igreja comemora o Santíssimo Sacramento, a Eucaristia, sendo o único dia do ano em que o Santíssimo Sacramento sai em procissão, às ruas. Nessa festa, os fiéis agradecem e louvam a Deus pelo dom da Eucaristia.

A principal característica desta data é a confecção dos tapetes de serragem, coloridos com tinta xadrez, onde são feitos diversos desenhos religiosos, como a representação da Eucaristia, símbolos das pastorais e movimentos atuantes nas paróquias, imagens de santos padroeiros, dentre outras. É comum que os tapetes, também, sejam produzidos à base de tecidos em suas diversas qualidades. Por eles, passam a procissão com o Sacramento da Eucaristia.

Nos próximos dias, você confere, em nosso Portal Diocesano, a programação completa do Vicariatos: São Carlos Borromeu, São Bento, Senhor Bom Jesus e Nossa Senhora do Patrocínio.

Video Prefeitura de Matão 

Corpus Christi

O Corpus Christi foi instituído em 11 de agosto de 1264, pelo Papa Urbano IV e significa “Corpo de Cristo”. Este momento é comemorado sempre na quinta-feira depois da Festa da Santíssima Trindade e, tem o objetivo de celebrar, solenemente, o mistério da Eucaristia, o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo.

A celebração teve origem em Liége, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornillon, teria sido inspirada para que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque. O Papa Urbano IV, por meio da Bula “Transiturus”, estendeu a festa para toda a Igreja, pedindo a São Tomás de Aquino que preparasse as leituras e os textos litúrgicos, que até hoje, são usados durante a celebração.

Em Nova Friburgo, o evento começou há aproximadamente 100 anos, no Colégio Anchieta e, a partir de 1969, se estendeu pela General Osório, Praça do Suspiro até a Catedral de São João Batista. Em 1974, os tapetes foram transferidos para o trajeto atual.

Copyright ©2018. Todos os direitos reservados.