Diocese mar 13, 2018

Igreja, Casa da Palavra e da Formação dos Discípulos Missionários Implantação e execução do Plano Diocesano de Pastoral

Igreja, Casa da Palavra e da Formação dos Discípulos Missionários Implantação e execução do Plano Diocesano de Pastoral

Da Redação, com informações do Padre Marcelo Souza – Coordenador Diocesano de Pastoral

A Igreja Diocesana de São Carlos é convidada a colocar em prática seu Plano Diocesano de Pastoral. Evangelizar, a partir de Jesus Cristo e com a força do Espírito Santo, reconhecendo-nos em estado permanente de missão, empenhando-nos em fazer de nossas Paróquias casa de iniciação à vida cristã, lugar de animação bíblica da vida e da pastoral, comunidade de comunidades, a serviço da vida plena para todos. Cumprindo de forma integral a Missão de tornar a Igreja evangelizada e evangelizadora, indo ao encontro dos batizados “afastados”, animando as pastorais e movimentos a promoverem a necessária e urgente conversão pessoal e de suas estruturas pastorais, para que todos se envolvam e realizem a missão da Igreja: fazer Jesus Cristo conhecido, amado e acolhido.

A coordenação diocesana de Pastoral, junto ao Padre Marcelo Souza – Coordenador Diocesano de Pastoral -, está nos propondo um plano de ação para execução das propostas diocesana apresentadas e votadas na XXV Assembleia. A equipe deseja que as propostas sejam desenvolvidas de forma a tornar o plano uma realidade na Igreja particular de São Carlos, lembrando que dentre as sete propostas da Palavra e sete propostas da Missão, uma é prioridade em cada dimensão e esta deve estar presente em todas as realidades diocesana de nossa igreja particular.

Palavra

No que diz respeito a dimensão da Palavra recordamos: Criar Escolas da Palavra que ensinem a manusear a Bíblia, propiciando o conhecimento da Sagrada Escritura e da Lectio Divina.

Esta proposta deve ser desenvolvida em nível paroquial, com encontros realizados nas comunidades paroquiais em períodos a serem definidos pela paróquia, possibilitando, ao Povo de Deus, ter contato com as Escrituras e manuseá-la com familiaridade. Esta escola deve ser uma realidade desenvolvida de forma continuada pelos padres, primeiros catequistas e evangelizadores, colaborando para que os fiéis, a eles confiados, aproximem-se do alimento que nutre a vida e a fé.

Missão

A proposta da Dimensão da Missão é aprimorar a presença evangelizadora da Igreja nos diferentes ambientes sociais e existenciais, tais como: família, escolas, Universidades, mundo do trabalho, política, meios de comunicação social, hospitais, presídios etc.

A Igreja diocesana deseja que através dos coordenadores de pastorais, movimentos, leigos e leigas possamos chegar aos afastados de nossas comunidades identificando as situações de maior vulnerabilidade e trabalhando esta realidade na caridade e no respeito à pessoa do outro. Nossa diocese tem consciência que devemos ter claro o grande convite que o papa Francisco nos tem feito: sermos uma igreja em saída (Evangelii Gaudim nº 20) capaz de acolher, integrar e acompanhar seus filhos; por isso não podemos deixar de considerar as realidades de maiores desafios, mas ser um arauto da caridade e presença nestas situações.

Objetivo

Sendo assim, o grande objetivo de nossa Diocese e, consequentemente, de nossas Paróquias, Pastorais, Movimentos e serviços é desencadear um processo de reflexão e ação que nos leve à Renovação e Conversão de estruturas, para que Jesus Cristo seja anunciado e testemunhado com palavras e ações. Podemos afirmar que num tempo de mudanças de época (cf. Documento de Aparecida nº44) e de transformações sociais vê-se a necessidade de apresentar ao mundo novos ideais, que leve as pessoas a um verdadeiro sentido de vida; isto é possível no encontro e no mergulho progressivo no Mistério do Redentor. Daí a importância do PRIMEIRO ANÚNCIO E DA INICIAÇÃO CRISTÃ.   Uma boa execução deste Plano Pastoral para todos e para nossa Igreja diocesana.

 

 

Copyright ©2018. Todos os direitos reservados.