Diocese set 13, 2018

Reunião de padres do Vicariato Nossa Senhora do Patrocínio

Reunião de padres do Vicariato Nossa Senhora do Patrocínio

Com informações do Vigário Episcopal do Vicariato Nossa Senhora do Patrocínio – Padre Sandro Portella

Na última terça-feira, dia 11/9, aconteceu mais uma reunião ordinária dos padres do Vicariato Nossa Senhora do Patrocínio.

Com a participação de aproximadamente 25 padres, a pauta contou com diversos assuntos, entre eles a organização da Semana Querigmática e a investidura dos novos Ministros da Sagrada Comunhão, que será no dia 9/10.

No início da reunião, após o café e a oração, os padres refletiram sobre o Rito do Abraço da Paz na Liturgia, a partir de um texto elaborado pelo Padre Marcos Ghidelli, Vigário-geral, que fora refletido na última reunião do governo da Diocese, cujas orientações devem ser assumidas por todas as paróquias da nossa diocese.

Ainda foi organizada a celebração do Vicariato para a Semana Nacional da Vida, que se dará na paróquia Santo Antônio, de Jaú, cuja participação especial será das gestantes, valorizando, assim, a defesa e propagação da vida, em contraposição à cultura de morte e onda de aborto que se percebe em nossa sociedade brasileira.

Na última terça-feira, dia 11/9, aconteceu mais uma reunião ordinária dos padres do Vicariato Nossa Senhora do Patrocínio.

Com a participação de aproximadamente 25 padres, a pauta contou com diversos assuntos, entre eles a organização da Semana Querigmática e a investidura dos novos Ministros da Sagrada Comunhão, que será no dia 9/10.

No início da reunião, após o café e a oração, os padres refletiram sobre o Rito do Abraço da Paz na Liturgia, a partir de um texto elaborado pelo Padre Marcos Ghidelli, Vigário-geral, que fora refletido na última reunião do governo da Diocese, cujas orientações devem ser assumidas por todas as paróquias da nossa diocese.

Ainda foi organizada a celebração do Vicariato para a Semana Nacional da Vida, que se dará na paróquia Santo Antônio, de Jaú, cuja participação especial será das gestantes, valorizando, assim, a defesa e propagação da vida, em contraposição à cultura de morte e onda de aborto que se percebe em nossa sociedade brasileira.

Copyright ©2018. Todos os direitos reservados.