Papa retorna ao Vaticano após viagem à Colômbia

0
153

Por Sidney Prado – Assessoria de Comunicação da Diocese de São Carlos

Com informações Rádio Vaticano

O Papa Francisco chegou ao Vaticano nesta segunda-feira, 11, concluindo, assim, sua viagem à Colômbia, 20º destino internacional de seu pontificado. Como de costume após suas viagens internacionais, ele visitou a Basílica de Santa Maria Maior, em Roma, para dirigir o seu agradecimento a Nossa Senhora.

Durante seu retorno, uma viagem de cerca de 11 horas, o Papa deixou uma mensagem aos colombianos por meio do twitter. “Queridos irmãos colombianos, muito obrigado! Conheci muitas pessoas que tocaram o meu coração. Vocês me fizeram muito bem!”, escreveu em sua conta @Pontifex_pt.

Nesses cinco dias que ficou na Colômbia, o Santo Padre teve uma extensa agenda de programação, visitando quatro cidades: Bogotá, Villavicencio, Medellín e Cartagena. A principal mensagem que Francisco levou ao país foi de reconciliação, tendo em vista o processo de paz em andamento no país e marcado pelo acordo de paz firmado entre o governo e as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

Um dos momentos mais aguardados da viagem foi justamente o encontro de oração para a reconciliação nacional, realizado na última sexta-feira, 8. O encontro reuniu cerca de seis mil pessoas na cidade de Villavicencio. Três discursos feitos por colombianos destacaram os percursos dos conflitos e suas consequências. Em um dos testemunhos, Juan Carlos Murcia falou dos dias em que passou a serviço das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC); ele deixou a organização após alguns anos.

O Santo Padre ficou comovido com os testemunhos que, segundo ele, não são só histórias de sofrimento, mas de amor e de perdão. Francisco convidou os colombianos a não ter medo de pedir e oferecer o perdão e a abrir os corações para a reconciliação.

No dia anterior, 7, que foi o primeiro dia das atividades oficiais do Papa na Colômbia, o Santo Padre se encontrou com as autoridades do país, momento em que também frisou o caminho de paz. Ele destacou que, neste último ano, progrediu-se no processo para colocar fim à violência armada e encontrar caminhos de reconciliação. “Os passos dados fazem crescer a esperança, na convicção de que a busca da paz é uma obra sempre em aberto, uma tarefa que não dá tréguas e exige o compromisso de todos”.

Não faltou na visita à Colômbia as palavras de pastor do Papa para a Igreja local. No encontro com membros do episcopado colombiano, em que estavam presentes 130 bispos presentes, o Pontífice refletiu sobre o lema de sua visita “Dar o primeiro passo”, e procurou encorajar os presentes. O Papa pediu aos bispos que guardem com santo temor e emoção aquele primeiro passo de Deus em direção a cada um, ao seu ministério e ao povo que lhes foi confiado.

Francisco também se reuniu com o conselho diretivo do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam). Nesse discurso, a ênfase foi sobre a necessidade de paixão pelo servir para “transformar as ideias em utopias viáveis”.

E aos jovens, que Francisco definiu como “a esperança da Colômbia”, o encorajamento para manter viva a alegria, não deixar roubar a esperança, não ter medo do futuro e sonhar com coisas grandes. “Os jovens são a esperança da Colômbia e da Igreja. Em seu caminhar e em seus passos deslumbramos os de Jesus, os passos Daquele que nos traz sempre boas notícias”, disse.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta