Papa relembra, durante o Ângelus, a importância do batismo

0
102

Da redação, com Boletim da Santa Sé

O Papa Francisco, neste domingo, 7, falou aos fiéis e peregrinos que o ouviram na Praça São Pedro sobre a importância do batismo. Francisco recordou a humildade de Jesus Cristo, que nunca pecara e se alinhara aos penitentes, misturado entre eles ao ser batizado nas águas do Rio Jordão.

“Ele manifestou o que comemoramos no Natal: a disponibilidade de Jesus para mergulhar no rio da humanidade, tomar sobre si as falhas e fraquezas da humanidade, compartilhar nosso desejo de ser livre e superar tudo o que nos separa de Deus e faz de nós estranhos aos nossos irmãos e irmãs”, exortou o Santo Padre.

O Evangelho de hoje, disse Francisco, enfatiza que Jesus, “emergindo da água, viu os céus se abrirem e o Espírito descer sobre ele como uma pomba”. O Espírito Santo foi a força motriz que desde o início dos tempos guiara Moisés e os fiéis no deserto, e que em seguida recaiu sobre Jesus Cristo e deu a Ele forças para completar sua missão no mundo. “E ainda é o Espírito Santo, que faz com que a Palavra reveladora do Pai ressoe: ‘Você é meu Filho amado: em você estou satisfeito’. No momento em que o Filho expressa Sua solidariedade aos pecadores, a voz do Pai é ouvida, confirmando Sua identidade e missão”, explicou Francisco.

Ao final deste Ângelus, o Sucessor de Pedro agradeceu a todos os peregrinos presentes, que atentamente ouviam as suas palavras, e os indagou: “Vocês sabem em que dia foram batizados? Cada um de vocês pense nisto. Se não conhecem a data, voltem para casa e falem com seus pais, tios, avós ou padrinhos, mas a memorizem. Esta é a data de nossa santificação inicial, quando o Pai nos deu o Espírito Santo que nos leva a caminhar, a data do grande perdão”.

Desde o início de seu Pontificado, o Papa Francisco já batizou 169 crianças na tradicional celebração que ocorre anualmente na Capela Sistina.

Deixe uma resposta