Papa Francisco narra a história do mendigo que atendeu a confissão de São João Paulo II

0
508

O Papa Francisco contou em uma recente entrevista uma das maiores histórias da vida de São João Paulo II e encorajou os fiéis a terem gestos de proximidade com os sem-teto.

A história, que se encontra há vários anos em diferentes sites, tem como protagonistas São João Paulo II e um mendigo que vivia na cidade de Roma. Francisco contou durante a entrevista que concedeu no final de fevereiro ao jornal italiano semanal “Scarp de’ tenis”, elaborado por pessoas excluídas socialmente de Milão e distribuídos diretamente nas suas ruas.

“No Vaticano – relatou – é famosa a história de um sem-teto, de origem polonesa, que geralmente ficava na Piazza del Risorgimento de Roma, não falava com ninguém, nem com os voluntários da Cáritas que levavam para ele comida. Somente depois de muito temo conseguiram fazer com que ele contasse a sua história a eles: ‘Sou um sacerdote, conheço bem o seu Papa, estudamos juntos no seminário’. Os rumores chegaram a São João Paulo II que ouvindo o nome confirmou ter estudado com ele no seminário e quis encontrá-lo. Eles se abraçaram depois de quarenta anos e, no final de uma audiência, o Papa pediu para ser confessado por ele. Depois da confissão, o sacerdote disse ao Papa ‘Agora, porém, cabe a você’, e o companheiro de seminário foi confessado pelo Papa”.

“Graças ao gesto de um voluntário – continuou o Papa –, de uma comida quente, algumas palavras de conforto e um olhar de bondade, essa pessoa pôde se reerguer e começar uma vida normal que o levou a se tornar um capelão de um hospital. O Papa o ajudou. Certamente, este é um ‘milagre’, mas é também um exemplo para dizer que os sem-teto têm uma grande dignidade”.

Fonte: News.Va

Deixe uma resposta