Igreja celebrou Dia Mundial das Missões; Papa recorda a data

0
17

Da redação, com informações da CNBB / Foto: POM

Neste domingo, 22, a Igreja celebrou o Dia Mundial das Missões. Como gesto concreto de solidariedade, as coletas realizadas nas Missas em todas as comunidades, paróquias, capelas e instituições arquidiocesanas serão enviadas integralmente para as Pontifícias Obras Missionárias (POM), entidade que coordena os trabalhos missionários da Igreja.

Pelo twitter, o Papa Francisco recordou a data, criada pelo Papa Pio XI. “Neste Dia, recordemos que a Igreja é missionária por natureza: a missão é o coração da fé cristã”. Ele também fez uma menção à data após rezar o Angelus hoje com os fiéis reunidos na Praça São Pedro, no Vaticano.

“Exorto todos a viver a alegria da missão testemunhando o Evangelho nos ambientes em que cada um vive e trabalha. Ao mesmo tempo, somos chamados a apoiar com o afeto, com a ajuda concreta e a oração os missionários que partiram para anunciar Cristo a quantos ainda não O conhecem”.

Francisco mencionou ainda aos fiéis o Mês Missionário Extraordinário que ele estabeleceu para outubro de 2019. A novidade foi anunciada em carta divulgada hoje. “No dia em que ocorre a memória litúrgica de São João Paulo II, Papa missionário, confiemos à sua intercessão a missão da Igreja no mundo”, concluiu.

O dia, que está na 91ª edição desde sua criação em 1926, será de atividades assim como foi em todo o mês de outubro nas paróquias: a Igreja no Brasil dedica o mês de outubro às missões. A intenção é motivar e incentivar o espírito de solidariedade, cooperação, partilha, missão e evangelização nos fiéis.

Na mensagem para o Dia Mundial das Missões, divulgada em 4 de junho de 2017, Francisco lembrou o sentido da comemoração da data: “refletir sobre a missão no coração da fé cristã”. De acordo com o Papa, a missão de cada cristão é levar o Evangelho, que tem “poder transformador”.

O dinheiro arrecadado no Dia Mundial das Missões pela Igreja no Brasil será, de acordo com a POM, revertido para um Fundo Mundial de Solidariedade para projetos da Igreja em territórios de Missão, como a sustentação de dioceses, promoção humana, abertura e manutenção de seminários, financiamento de obras sociais e assistência aos missionários em todo o mundo.

Deixe uma resposta