Fiéis lotam igreja de Nossa Senhora de Fátima em São Carlos

0
794
Missa do Meia Dia com a Consagração e Coroação de N. Sra. de Fátima

Mais de 8 mil católicos passaram durante toda a quarta-feira pela Igreja Nossa Senhora de Fátima na festa da padroeira. As missas aconteceram em diversos horários. Jovens, adultos e idosos se aproximaram do altar para louvar e agradecer.

Dirce Cristifolleti estava entre a multidão. Para ela, a festa tem um sentido único: agradecer a cura de um câncer. Acometida pela doença há 15 anos, ela se recuperou e hoje é considerada pelo médico uma paciente em alta e curada. “Quando me informaram que eu estava com câncer, estive aqui e me ajoelhei aos pés de Nossa Senhora. Meus filhos eram pequenos, pedi que como mãe ela não permitisse que a doença me levasse. Mas sempre coloquei que a vontade de Deus fosse feita”, contou.

E a vontade foi que ela permanecesse ao lado dos filhos. E todos os anos, no dia 13 de maio, Dirce vai até a Igreja para agradecer a intercessão da santa. “Sou grata a Nossa Senhora de Fátima pela minha vida e pela minha recuperação. Sempre que tiver forças eu estarei aqui”, finaliza.

A história de Dirce se confunde com tantas outras. Letícia Sarracena de Oliveira estava na Igreja agradecendo pela gravidez. Próximo de completar 40 anos, ela contou que já teve três abortos naturais e que problemas de saúde a impediam de realizar um dos seus maiores sonhos: ser mãe.

“Sempre quis ser mãe. Tentei, engravidei, mas perdi. O meu médico disse que somente um milagre poderia fazer com que uma gravidez fosse adiante. Meus avós vieram de Portugal e trouxeram a fé na Senhora de Fátima. Cresci ouvindo milagres, histórias e decidi pedir a Nossa Senhora para que abençoasse com a possibilidade de ser mãe. E hoje estou aqui, com oito meses de gestação”, disse emocionada.

A história de Nossa Senhora de Fátima

Quando Nossa Senhora de Fátima apareceu às três crianças, elas descreveram assim a visão: Parecia ter uns 18 anos a Senhora, rodeada de claridade fulgurante, seu vestido era de uma alvura puríssima, assim como o manto ornado de ouro, que lhe cobria a cabeça e grande parte do corpo. O rosto sobrenatural e divino, estava sereno e grave, com uma sombra de tristeza. Em suas mãos, uma cruz de ouro com um terço em contas que pareciam pérolas, e de seu corpo, especialmente do rosto irradiavam feixes de luz, incomparavelmente superior a qualquer beleza humana.

No começo as crianças se assustaram, mas Nossa Senhora de Fátima as tranquilizou, dizendo para não terem medo e que ela era do Céu. Nossa Senhora disse para rezarem o terço todos os dias, para alcançar a paz e o fim da guerra. A mensagem de Fátima é de conversão e arrependimento. Nossa Senhora de Fátima insiste na oração do terço. Ela disse que o comunismo só cairia depois de muita oração. E assim aconteceu. A oração e a Igreja, através do Papa João Paulo II, tiveram papel decisivo na queda do muro de Berlim, e, por conseguinte, do comunismo.

Perseguição contra as crianças de Fátima

Ninguém acreditava nas crianças. Na segunda aparição, somente 50 pessoas estavam presentes para tentar ver alguma coisa. Depois, as crianças sofreram grandes perseguições por parte dos poderes públicos. Chegaram a ser até presas na delegacia de Fátima, em Portugal, mas nunca negaram as aparições.

Na sexta aparição, Maria Santíssima disse a Lucia que naquele local, com o dinheiro das doações, deveria ser construída uma capela com o nome de Nossa Senhora do Rosário. E quando ela se levantava suavemente para ir embora, o sol apareceu entre as nuvens como um grande disco prateado, brilhando muito, mas sem cegar as pessoas. Começou a girar vertiginosamente e suas bordas se tornaram avermelhadas espalhando raios de fogo, de modo que sua luz refletia nas pessoas e nas árvores e foi vista até 40 km de distância do local das aparições.

 Por três vezes o sol girou e se precipitou sobre a terra, e todos com medo pediam perdão para Deus. O milagre durou cerca de dez minutos. A partir desses acontecimentos, a devoção a Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora do Rosário, aumentou e se difundiu para o mundo.

Escrito por Jeferson Vieira (Jornal Primeira Página)

Deixe uma resposta