Dom Paulo faz memória aos cinco anos da morte de Dom Joviano de Lima Júnior

0
1051

Por Sidney Prado – Assessoria de Comunicação

Neste dia 21 de junho a Diocese de São Carlos faz memória aos cinco anos da morte de seu 5º bispo, Dom Joviano de Lima Júnior.

O nosso Bispo Diocesano, Dom Paulo Cezar Costa, destaca os trabalhos de evangelização realizada por Dom Joviano que exerceu um fecundo ministério pastoral, marcado pelo zelo, compromisso e fidelidade.

Dom Paulo Cezar, fazendo memória aos cinco anos de falecimento de Dom Joviano, convida toda Comunidade Católica da nossa Diocese, Clero, Religiosos e Religiosas, Povo de Deus, a nos unirmos em oração e rezaremos pelo eterno descanso deste seu irmão no Episcopado.

“Guardaremos as mais vivas recordações a serem seguidas pelo seu bonito testemunho de um Bispo que doou e dedicou sua vida nesta nossa Igreja Particular de São Carlos.”- Ressaltou Dom Paulo Cezar.

A vida

Dom Joviano de Lima Júnior nasceu em Uberaba, em 23 de abril de 1942, filho de Joviano e Olga Oliveira Lima.

Foi ordenado padre em 69, com 27 anos, depois de concluir curso de Liturgia, em Roma. Recebeu o presbiterato de D. Almir Marqeus Ferreira, na igreja de Santa Teresinha. Assumiu uma paróquia em Uberaba e depois percorreu outras cidades, chegando ao exterior. Trabalhou em Nova York.

Durante 10 anos, ficou fora em missões pela Ásia. Exerceu o cargo de Consultor Geral dos Padres Sacramentinos de 1987 a 1993. Sua eleição para bispo de São Carlos ocorreu em 25 de outubro de 1955. Foi ordenado por Dom Geraldo Majella Agnelo, em Uberaba, em 1995. Sua posse como bispo de São Carlos, ocorreu em 21 de janeiro de 1996.

Em abril de 2006, o Papa Bento XVI, acolhendo pedido derenúncia apresentado por Dom Arnaldo Ribeiro, nomeou Dom Joviano arcebispo de Ribeirão.

Dom Joviano foi membro do Conselho Episcopal Pastoral da CNBB, presidente do Conselho Episcopal Pastoral para a Liturgia, membro do Conselho Econômico da CNBB e membro efetivo da Comissão Episcopal para os Textos Litúrgicos.

 

Foto: Stéfano Fachina

Deixe uma resposta