Dom Paulo entrega o título de Monsenhor ao então cônego Ednyr

0
260

Por Setor de Comunicação da Diocese de São Carlos

Com informações Padre Leonardo Nantes Jacomino 

O dia 20 de setembro, ficou marcado na história da comunidade católica e do povo Itapolitano. Dia em que o então Conego Ednyr, recebeu pelas mãos do nosso Bispo Diocesano, Dom Paulo Cezar Costa, o título de Monsenhor Capelão de Sua Santidade.

A celebração eucarística ocorreu na Igreja Matriz do Divino Espirito Santo, contando com à participação do clero de nossa diocese, Dom Antônio Braz Benevente, bispo de Jacarezinho (PR), filho de Itápolis, do povo de Deus, familiares e amigos do Monsenhor Ednyr.

Dom Paulo em sua homilia refletiu sobre alegria em entregar esse título, que confirma a doação irrestrita e exemplo de vida do Monsenhor Ednyr que “desgastou sua vida para que o Reino de Deus tivesse fecundidade na cidade de Itápolis, Monsenhor Ednyr é exemplo de vida, doação e fraternidade presbiteral.”

Confira a homilia de Dom Paulo

Ainda na celebração eucarística houve as homenagens das autoridades religiosas, civis e militares presentes ao homenageado, Monsenhor Ednyr.

Confira a leitura do título, realizada pelo Vigário Geral da Diocese Padre Marcos Ghidelli:

Breve Biografia Monsenhor Ednyr

O Monsenhor Ednyr Antônio Basaglia Roveri  é natural de Dobrada/SP, nascido em 22 de agosto de 1936, ordenado presbítero em 06 janeiro de 1962 por Dom Ruy Serra. Exerceu o  ministério presbiteral na cidade de Irapuã/SP por alguns meses e posteriormente transferido para Itápolis/SP, chegando no dia 28 julho de 1963 onde permanece até hoje no ofício de pároco.

Há 40 anos é presidente da Associação Lar São José de Itápolis,  obra social voltada para amparo das crianças em situação de risco e idosos insulficientes.

O que é o título de Monsenhor?

Monsenhor é o título dado a um sacerdote católico pelos serviços prestados a Igreja, bem como pelos seus méritos pessoais, é reconhecido pelo próprio Papa como exemplo de obediência às autoridades eclesiásticas e trabalho pastoral em benefício do Povo de Deus. Os Monsenhores, ainda que não recebam com sua nomeação um cargo, propriamente dito, passam a integrar o anuário pontifício e têm precedência entre os outros sacerdotes.

A palavra monsenhor vem do italiano monsignore, que significa meu senhor. Pelo sacramento da Ordem, não há nenhuma diferença entre padre, cônego ou monsenhor. Ordenados no segundo grau do sacramento, todos são presbíteros do Povo de Deus.

Fotos e Produção de vídeo : Silvia e Flavio Ferraz

Deixe uma resposta