Dom Paulo Cezar empossa Padre Carlos Alberto como Vigário Episcopal do Vicariato São Carlos

0
3380

Por Sidney Prado – Assessoria de Comunicação

Na noite desta terça-feira, 09, o Vicariato São Carlos recebeu com alegria seu Vigário Episcopal, Pe. Carlos Alberto Giacone. A cerimônia de Posse Canônica aconteceu durante Santa Missa Solene presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Paulo Cezar Costa, no Santuário de Adoração São Pio X, em São Carlos.

O CDP (Centro Diocesano de Pastoral) passa a ser a sede canônica deste Vicariato. Pe. Carlos Alberto, que é Pároco da Paróquia Santa Luzia, em São Carlos, exercerá a função pelos próximos três anos.

Concelebraram os Vigários Gerais, Pe. Eduardo Malaspina e Pe. Marcos Antônio Ghidelli, o Chanceler do Bispado, Pe. Luiz Sleutjes, e demais sacerdotes. Também estiveram presentes diáconos, seminaristas, irmãs religiosas, autoridades e o povo de Deus.

Seguindo o rito da posse, procedeu-se a leitura da Provisão Canônica: “Havemos por bem nomear, como de fato pela presente provisão nomeamos, o Revdo. Pe. Carlos Alberto Giancone, Vigário Episcopal do Vicariato São Carlos pelo prazo de três anos a contar da presente data” (trecho extraído da Provisão Canônica). Na sequência, Dom Paulo entregou a Provisão ao Vigário Episcopal, apresentando-lhe ao Clero e ao povo de Deus.

Transcorrendo-se a Santa Missa, Dom Paulo iniciou a homilia refletindo sobre a festa judaica da dedicação do templo; exortou o vicariato a ser a Igreja próxima de seus filhos e filhas – “Que este vicariato possa ser a imagem do pastor que conhece as ovelhas, e essas o seguem. Que possa realizar este trabalho de uma Igreja próxima, e que os vigários sejam pastores que, a exemplo de Barnabé, dão a vida pelas ovelhas”.

Como determina a disciplina da Igreja, Pe. Carlos Alberto fez a profissão de fé, segundo a fórmula aprovada pela Sé Apostólica (como devem fazer todos os fiéis chamados a exercer um cargo em nome da Igreja), e, na sequência, fez o juramento de fidelidade.

Dom Paulo se dirigiu ao Padre Carlos Alberto e destacou: “Aqui neste seu vicariato você tem a missão, comigo, de fazer com que esta porção do rebanho que me ajuda a governar e conduzir, seja conduzida verdadeiramente a águas límpidas, à vida eterna; os nossos pastores, animados por mim e por você, a exemplo de Barnabé sejam homens bons, homens cheios do Espírito, homens de fé, homens que verdadeiramente são presença do Bom Pastor. O Espírito que conduziu Barnabé, conduz a Igreja de Cristo. Que possamos dar a cada filho e filha uma Igreja verdadeiramente caminho para a vida eterna”, concluiu.

Revisão: Padre Paulo Travaglini

Foto: Diego Bortolin

Deixe uma resposta