Dom Paulo celebra missa de corpo presente do Padre João Ribeiro de Carvalho

0
7884

Por Assessoria de Imprensa
Contribuição : A12.com

Foi realizada na manhã deste domingo, 19, na igreja Santa Cruz em Araraquara, a missa de corpo presente do missionário redentorista Padre João Ribeiro de Carvalho. A igreja ficou lotada de fieis, padres, redentoristas, amigos e familiares que prestaram as últimas homenagens ao religioso.

A missa de corpo presente foi celebrada pelo nosso Bispo Diocesano de São Carlos, Dom Paulo Cezar Costa. “Ele viveu 96 anos e 73 anos de vida consagrada e 68 anos de vida sacerdotal. Um homem de muita alegria e esperança. Uma vida doada, uma vida que se doou na missão, na evangelização e na santificação através da celebração da Eucaristia e dos sacramentos, feliz dos que morrem com o senhor que suas obras lhe acompanham”, declarou Dom Paulo.

Padre João comemoraria 97 anos no mês de junho. Ele nasceu no dia 12 de junho de 1920 em Salto Grande (SP).

Filho de Agostinho Ribeiro de Carvalho e Laura Roza da Cruz, entrou para o Seminário Santo Afonso, em Aparecida (SP), em 9 de setembro de 1936. Fez o Noviciado em Pindamonhangaba (SP), durante o ano de 1943, onde fez a Profissão Religiosa emitindo os votos religiosos na Congregação Redentorista a 02 de fevereiro de1944. Fez os estudos de Filosofia e Teologia no Seminário Maior Santa Teresinha, em Tietê (SP), de 1944 a 1949 e ali fez a Profissão Perpétua a 02 de fevereiro de 1947.

Trajetória

Foi Ordenado Sacerdote em Sorocaba (SP), a 06 de janeiro de 1949, por Dom José Carlos de Aguirre, Bispo de Sorocaba. Suas atividades se iniciaram em Aparecida (SP) como Vigário Paroquial onde ficou de 1950 a 1951. Em Aparecida foi também redator do jornal ‘Santuário de Aparecida’.
Grande parte da vida foi dedicada à pregação das Missões Populares. Residiu nas comunidades de Cachoeira do Sul (RS), Pinheiro Marcado (RS), Goiânia (G0), São Paulo, comunidade do Jardim Paulistano e ainda Araraquara (SP). No tempo em que não havia o Conselho Missionário, Pe. João carvalho foi um dos ‘Chefes da Missão’.

Ele trabalhou também na Pastoral do Santuário Nacional de Aparecida, dedicando-se ao atendimento dos romeiros, entre 1982 e 1984. Padre João Ribeiro de Carvalho também se dedicou à Pastoral da Igreja Santa Cruz, em Araraquara (SP). Ele também trabalhou na Pastoral da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em São João da Boa Vista (SP), de 1965 a 1967 e de 1997 a 1999. No ano escolar europeu de 1969/1970 fez o curso de Pastoral Missionária, no Instituto Superior de Pastoral, em Madrid, na Espanha.

No serviço de animação da vida comunitária redentorista ele foi Superior da Comunidade e Reitor da Igreja Santa Cruz, em Araraquara (SP), de 1959 a 1961, e também Superior da Comunidade e Reitor da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em São João da Boa Vista (SP), entre os anos de 1965 e 1967. Pe. Carvalho integrou o Governo Provincial sendo Conselheiro Provincial, de 1973 a 1975.

Homem de temperamento calmo e tranquilo, era sério em todas as posturas, mas demonstrava muita simpatia e agradável relacionamento. Dedicado à leitura e ao estudo, possuia excelente voz, sendo um mestre da oratória.

Dedicado às Missões Populares, juntamente com um grupo de confrades, soube assumir os ensinamentos do Concílio Vaticano II, atualizando essa prática tradicional da Congregação. Padre João Ribeiro teve espírito de liderança bem aguçado e enquanto outros grupos e Províncias optaram por interromper a pregação das Santas Missões Populares, a equipe missionária da Província de São Paulo optou em reavaliar, atualizá-las, mas sem interrompê-las. E o Pe. Carvalho foi dos líderes das missões e um dos líderes como coordenador.

Pe. José Inácio de Medeiros, CSsR, Superior Provincial da Província de São Paulo, destacou padre João Carvalho pela sua longa vida, pela sua dedicação e ardor missionário.

“Rezemos por ele, com gratidão pela sua longa vida e também pelo seu exemplo de religioso e sacerdote. e peçamos, assim como ele alcançou, para nós também a graça da fidelidade e da perseverança final”.

Deixe uma resposta