Arquidiocese do Rio de Janeiro acolhe novo bispo auxiliar

0
285

Por Sidney Prado – Assessoria de Comunicação da Diocese de São Carlos

Com informações e foto da CNBB

A Nunciatura Apostólica do Brasil anunciou nesta sexta-feira, 27, a nomeação do novo bispo auxiliar para a arquidiocese de São Sebastião (RJ). Trata-se do padre Paulo Celso Dias do Nascimento, atualmente capelão do Hospital “Quinta d’Or” no Rio de Janeiro, com base na solicitação do cardeal Orani Tempesta, da arquidiocese de São Sebastião.

Histórico

Nascido na cidade de Lagarto (SE), em 14 de abril de 1963, padre Paulo ordenou se sacerdote em 13 de maio de 1989, no Colégio Nossa Senhora da Piedade em Lagarto, na diocese de Estância. O padre é formado em Filosofia pela Faculdade Eclesiástica de Filosofia João Paulo II, no Rio de Janeiro, em 1984, e em Teologia pela Universidade Católica de Salvador, na Bahia, em 1988. Também é formado em Direito Canônico, pelo Pontifício Insituto Superior de Direito Canônico, do Rio de Janeiro, em 2000.

Padre Paulo concluiu, em 2006, o curso de Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, e especialização em Psicologia Hospitalar, pela Cesanta – Santa Casa da Misericórdia, também do Rio, em 2008.

Exerceu as funções de Assistente Eclesiástico da Pastoral da Saúde, na arquidiocese do Rio, de 2012 a 2014 e de Coordenador Arquidiocesano da Pastoral da Saúde, na arquidiocese do Rio de Janeiro de 2015 a 2017.

Confira a seguir a saudação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) ao novo membro do episcopado:

Saudação da CNBB ao padre Paulo Celso Dias do Nascimento

Prezado Irmão, padre Paulo Celso Dias do Nascimento,

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifesta sua alegria com sua nomeação como Bispo Auxiliar da arquidiocese de São Sebastião no Estado do Rio de Janeiro. E, nesta ocasião, também volta a louvar a atitude do Papa Francisco expressa em seu cuidado com povo do nosso Brasil ao nos enviar novos pastores.

O senhor recebe nova responsabilidade ministerial, na Igreja, ainda bem jovem. Seu percurso sacerdotal comunica que, além da ampla experiência na Pastoral e do Direito, traz para o episcopado significativa experiência no cuidado especial com as pessoas tanto no serviço como psicólogo, na capelania hospitalar, como também na assistência à pastoral da saúde.

Para recebê-lo, entre nós, trazemos palavras sempre inspiradoras do Beato Paulo VI na Exortação Apostólica Evangelii Nutiandi: “importa evangelizar, não de maneira decorativa, como que aplicando um verniz superficial, mas de maneira vital, em profundidade e isto até às suas raízes, a civilização e as culturas do homem, no sentido pleno e amplo que estes termos têm na Constituição Gaudium et Spes, (50) a partir sempre da pessoa e fazendo continuamente apelo para as relações das pessoas entre si e com Deus” (EM 20).

Enviamos nossos melhores votos de saúde e de paz e desejamos que seu pastoreio seja cheio de frutos!

Em Cristo,

Dom Leonardo Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário-Geral da CNBB

Deixe uma resposta